*Foram registrados três furtos de fios de cobre neste fim de semana em Poços de Caldas, em reservatórios do DMAE (Departamento Municipal de Água e Esgoto). Um dos casos aconteceu na Elevatória de Esgoto do Bairro San Carlo, Zona Oeste de Poços no sábado e outro, também na Zona Oeste, em uma Elevatória de Água no Jd. Novo Mundo na madrugada deste domingo. Já na Zona Leste, no reservatório do DMAE do bairro Dom Bosco, também teve furto de cabos verificado em pelo menos dois momentos deste sábado.

* Segundo declaração do secretário de saúde Carlos Mosconi, a situação da pandemia em Poços de Caldas é extremamente preocupante dado ao aumento no número de contaminados, com mais de mil pessoas que testaram positivo para o vírus e estão em isolamento domiciliar, além de 100% dos leitos destinados a pacientes com Covid ocupados. São 97 pessoas nessa condição. O que mais preocupa é o número de pessoas que estão testando positivo diariamente para a Covid-19.

* A mesma preocupação foi demonstrada pelo prefeito que diz estar fazendo esforço para não adotar medidas ainda mais restritivas. A situação não é menos grave em outros municípios da região sul-mineira e também em cidades do leste paulista onde 14 prefeitos se reuniram para adotar medidas mais duras, inclusive no que diz respeito ao fechamento do comércio.

* As cidades de Lavras e Passos decretaram toque de recolher para tentar evitar o colapso do sistema de saúde após novo aumento dos casos de Covid-19. No caso de Lavras, a Santa Casa e o Hospital Vaz Monteiro estão com 100% de ocupação dos leitos de UTI para Covid-19. Os leitos de enfermaria estão com ocupação de 135% e 140%, respectivamente. Ontem, pacientes de Passos estavam sendo transferidos para Itajubá.

* E com o fechamento de cidades mais próximas, o movimento de visitantes em Poços aumenta, como deu para perceber neste final de semana no comércio local. Se é bom por um lado é péssimo por outro porque isso faz aumentar ainda mais a proliferação do vírus, mesmo com as medidas de prevenção adotadas pelos estabelecimentos comerciais. Nos próximos dias o comitê deve se posicionar a respeito do agravamento da crise.

* Bolsonaro não deve se filiar ao PP (Progressistas), ele até quer, mas a direção da legenda, assim como outras onde o presidente tentou se filiar, também não deve aceita-lo para não se transformar no partido do Bolsonaro que vive o seu pior momento e está em baixa nas pesquisas com o governo fazendo água e o povo voltando às ruas para protestar.