* No andar de cima da casa amarela o entusiasmo com a atuação do secretário Thiago Mariano, da Secretaria de Desenvolvimento e Trabalho (Sedet), já não é o mesmo do início do mandato. O projeto elaborado por ele com o título de Poços Juro Zero não vingou (pelo menos até agora) e a propaganda antes da sua aprovação pela Câmara não foi bem digerida pelo comando do executivo que está de olho também na sua vontade de aparecer na mídia.

* Atendendo ao requerimento de autoria do presidente da Câmara, Marcelo Heitor (PSC), estará presente na reunião ordinária desta terça-feira o presidente do CIDEP (Centro Integrado de Desenvolvimento do Esporte Paralímpico de Poços de Caldas), Eraldo Sandi dos Santos. Ele falará sobre o trabalho realizado pela entidade.

* Seguindo analistas políticos da chamada grande imprensa, o senador Rodrigo Pacheco, pode deixar o DEM e se filiar ao PSD de Gilberto Kassab, Alexandre Kalil e Antonio Anastasia para com a nova legenda disputar a Presidência da República. A articulação envolve também o DEM que lançaria como vice de Kalil, na disputa pelo Governo de Minas, o deputado Bilac Pinto.

* Pode parecer difícil, mas por trás dessas articulações está também o deputado Aécio Neves que vem trabalhando para que o seu partido, PSDB, não lance candidato a presidente e neste caso, os tucanos poderiam integrar a coligação das legendas que irão apoiar o presidente do Senado, provavelmente numa disputa contra Bolsonaro e Lula. É o que vem sendo tramado nos bastidores em Brasília. Não é à toa que Aécio fala em adiar a prévia para escolha do candidato do PSDB para presidente.

* Quem está se movimentando muito na região, ampliando o leque de apoios para a sua candidatura a deputado estadual pelo DEM é o ex-prefeito de Andradas, Rodrigo Lopes. O ex-prefeito é apadrinhado pelo deputado Bilac Pinto e mantém bom relacionamento com o senador Rodrigo Pacheco.