* Como o blog já havia sinalizado, o projeto do executivo denominado Poços Juro Zero foi retirado da Câmara Municipal por conter uma série de incorreções, algumas até inconstitucionais. A proposta foi devolvida para o executivo para que sejam feitas as adaptações e caso isso seja feito será remetido novamente ao legislativo para nova análise e se tudo estiver certo, será levado ao plenário para votação. Antes mesmo da aprovação pelo legislativo, a administração já tinha feito enorme propaganda do projeto, criando com isso mais um dos seus costumeiros factoides. 

* A assessoria parlamentar do deputado Mauro Tramonte (Republicanos), confirma que não recebeu nenhum ofício do secretário de saúde Carlos Mosconi, solicitando ajuda para a liberação, junto ao Governo do Estado, de medicamentos utilizados na intubação de pacientes internados com Covid nos hospitais de Poços de Caldas. Em vídeo publicado nas redes sociais pelo deputado estadual Carlos Pimenta, do PDT, ele afirma que recebeu ofício do secretário pedindo ajuda. Ofício com o mesmo teor foram encaminhados pelo secretário de saúde ao governador Romeu Zema e ao Secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti,

* Segundo Demilton Vacarelli, responsável pelo escritório politico do deputado Mauro Tramonte, em Poços, apenas um oficio da vereadora Regina Cioffi nesse sentido foi entregue ao deputado que em seguida encaminhou pedido em seu nome ao governador Romeu Zema e ao secretário de Estado de Saúde, repassando a solicitação da vereadora. Em seguida o deputado enviou também outro ofício ao diretor presidente da empresa União Quimica solicitando socorro aos hospitais da cidade que tratam pacientes contaminados pelo coronavirus.

* Fica difícil entender a atitude do secretário e ex-deputado Carlos Mosconi em pleitear ajuda de um deputado de fora, filiado ao PDT, legenda que não faz parte da base de apoio do governador Romeu Zema e nem é votado aqui, deixando de lado a ajuda de um deputado nascido e criado em Poços de Caldas, eleito com meio milhão de votos, recorde histórico na Assembleia Legislativa.

* Isso não significa que Mauro Tramonte não tenha a obrigação, de mesmo sem ser acionado por representantes do governo municipal, trabalhar em benefício da cidade onde nasceu e foi bem votado na eleição passada. Mas demonstra, mais uma vez, a desunião entre lideranças políticas do município na busca de coisas importantes para a população. Um claro sinal de que a eleição de 2022 já está na ordem do dia do PSDB, partido que comanda o executivo municipal.

*Foi graças ao empenho da vereadora que os hospitais Santa Lúcia e Santa Casa, por meio da União Química, conseguiram adquirir produtos utilizados para pacientes internados em Unidades de Tratamento Intensivo na semana passada. Como o uso desse medicamento é constante e o número de pacientes cada vez maior, a empresa, atendendo mais uma vez ao apelo da vereadora, vai disponibilizar uma segunda remessa de sedativos para os dois hospitais e está elaborando uma programação para entrega dos medicamentos, garantindo o abastecimento até o final deste mês.

* Vale lembrar que pelas palavras do próprio governador Romeu Zema, ditas nesta quinta-feira, os hospitais do Estado estão em situação crítica pela falta de sedativos, com os pacientes correndo risco de acordar durante a intubação. Nos dois hospitais de Poços que atendem pacientes do SUS, pelo menos por enquanto, o risco estar afastado.