* Agora sai? Os futuros moradores do Conjunto Habitacional Sonho Dourado I aguardam ansiosamente a chegada do próximo dia 22 de abril, quando vence o prazo de 90 dias que o Secretário de Planejamento, Antonio Carlos Alvisi, solicitou para colocar em dia a documentação do conjunto de apartamentos para famílias de baixa renda e liberar definitivamente os imóveis para que os beneficiados possam finalmente sair do aluguel e mudar para residências próprias. O prefeito Sérgio Azevedo que é o responsável maior pela máquina administrativa municipal tem a obrigação de se empenhar para que esse problema que se arrasta desde a gestão anterior seja resolvido.

* Assim como outras coisas que estão enguiçadas há anos no governo municipal à espera de solução, o Complexo Santa Cruz vai continuar sem destinação. O diário oficial, edição de ontem, trouxe a publicação de um comunicado assinado pela secretária Ana Alice de Souza, informando que o processo para a venda do complexo (área mais benfeitorias), foi arquivado pela falta de interessados. Sem manutenção e exposto ao tempo, parte do imóvel corre risco de desabar de uma hora para outra, além de ser constantemente invadido por moradores de rua e desocupados.

* Na mesma edição o diário eletrônico trouxe portaria assinada pelo prefeito nomeando mais dois para cargos de confiança: Anderson Luiz de Freitas para o cargo de Gerente da Seção de Infraestrutura Rural e Felipe Fiamenghi de Lima, para o cargo de Gerente da Seção do Aeroporto. Já na edição de hoje o diário eletrônico publica a nomeação de Luis Felipe Gallo para ocupar a função de coordenador de imprensa e comunicação social.

* Embora a pandemia esteja mexendo com os nervosos de todo mundo, o que se viu na sessão ordinária da Câmara, ontem, não pode se repetir. Os vereadores Tiago Braz e Diney Lennon, para o bem do poder legislativo precisam controlar melhor seus nervos e com isso não querer impor suas posições no grito. A população confia muito no trabalho dos atuais vereadores e foi por esse motivo que reelegeu apenas quatro dos quinze vereadores da legislatura anterior.

* Tiago Braz, principalmente, é um moço bem intencionado, demonstra boa vontade em resolver os problemas da população porém precisa pensar mais antes de usar a palavra e entender que o contraditório faz parte da politica e precisa ser respondido com diálogo equilibrado, sem ofensas e com muita tolerância. Isso se pretende fazer carreira na política, caso contrário será mais um dos chamados vereadores-minério, aquele de apenas uma safra.

* Aliás, a bem da verdade, esse projeto de lei que impõe multa para quem não estiver usando máscara contra o Covid-19 é uma tremenda bobagem porque se trata de uma proposta inexequível, sem nenhuma condição de ser fiscalizado, quer seja pela falta de pessoal ou até mesmo pelos atritos que isso iria gerar caso os fiscais tivessem que abordar pessoalmente aquelas pessoas menos responsáveis que insistem em não utilizar a proteção. Dá para imaginar um fiscal abordando um bolsonarista irresponsável, por exemplo, exigindo seus documentos para lavrar o auto de infração. 

* Se os vereadores desejam mesmo colaborar o certo é promover uma campanha maciça de conscientização das pessoas para o risco que correm e a exposição daqueles que convivem com quem não usa máscaras. Uma campanha com agentes de saúde nas ruas abordando educadamente as pessoas sem máscara e campanha de divulgação por todos os meios de comunicação seria o caminho mais certo para evitar a propagação do vírus. Querer impor com multa o uso da proteção é pura perda de tempo.