O vereador DineyLenon, que é o relator da CPI das Férias dos Agentes Políticos, divulgou em sua página no Facebook, os nomes dos vereadores que votaram a favor e contra o seu requerimento, que foi rejeitado, solicitando cópia dos memorandos e, ofícios onde servidores públicos eram notificados a tirar férias. “O objetivo era saber se, nos documentos, os cargos políticos também eram notificados. “A justificativa do voto contrário foi de que ‘fugia do objeto da CPI’ tal requerimento. Ora bolas, se o relator entendeu que esse documento poderia conter informações importantes para se confirmar depoimentos prestados, deveria ser aprovado”, justificou o vereador.

Presto contas aqui dizendo que dois vereadores que votaram contra assumiram publicamente terem decidido voto contrário sem ter lido o conteúdo e a justificativa do requerimento. Sim, decidiram votar contra sem sequer ler o pedido. Houve ainda uma fala de vereador da base do prefeito dizendo que não gostaria de ouvir “sermão” por conta do seu voto. Tá tudo registrado e gravado”, informou o vereador petista.