Crise no IASM preocupa vereadores

A situação financeira do IASM – Instituto de Assistência aos Servidores Municipais – está preocupando os vereadores Paulo Tadeu e Maria Cecilia Opipari que apresentaram e tiveram aprovado ontem requerimento solicitando informações a respeito da situação real do instituto.

Segundo informações que chegaram até os vereadores, as despesas com assistência médica aos servidores tem aumentado consideravelmente, enquanto que a receita vem caindo e ainda existe uma dívida da prefeitura com o instituto que chega a casa dos R$ 14 milhões.

Outra informação é de que a Unimed diante do atraso nos pagamentos dos procedimentos efetuados pelo plano de saúde, está ameaçando paralisar o atendimento caso a dívida não seja paga.

Fechar Menu