Portal de Notícias e Web Rádio 

Na sua justificativa de voto o pastor Roberto dos Santos (Republicanos) afirmou que deu um voto de confiança para o novo Secretário de Governo, Paulo Ney, que ainda está “ajeitando” sua equipe.

“Não faço parte da CPI, porque esta CPI vai ser abortada. No meio do caminho vão colocar dificuldades. Esta CPI para vingar teria que afastar quem está à frente da secretaria, senão não vai adiante. Não é jogando pá de cal não, mas a CPI vai ser mais uma que ao final vamos comer pizza aqui na Câmara, porque não vai dar em nada”, afirmou o vereador.

O presidente da Câmara, vereador Marcelo Heitor, se manifestou em seguida afirmando que em respeito aos colegas que fazem parte da CPI deseja que eles façam um trabalho com bastante seriedade, e apurem tudo aquilo que tiver necessidade de ser apurado.