A Prefeitura de Caldas iniciou uma série de articulações legais após ser comunicada de que a INB poderá receber mais resíduos radioativos, conhecidos por Torta II. “O município de Caldas não está disposto a aceitar mais resíduos desta natureza”, destacou a notícia. Informando também que iniciativas foram tomadas pelo Executivo com reuniões na esfera política estadual e federal para tratar o tema.

O prefeito Ailton Goulart esteve, nesta semana, em comitiva na sede da INB no Rio de Janeiro, onde foi recebido pelo presidente da empresa Carlos Freire Moreira e pelo assessor corporativo de Licenciamento Nuclear e Ambiental, Edmundo Ribeiro Filho. Ailton pelos prefeitos Alexandre Borges, de Ibitiúra de Minas e Emílio Torriani, de Santa Rita de Caldas e pelo suplente de deputado Ulisses Guimarães.

Na ocasião ficou acertado que o presidente da INB irá pessoalmente a Caldas no dia 14 de setembro para inspecionar as instalações. O prefeito ainda solicitou à INB o pagamento de compensação pela empresa ao município, referente ao material abrigado na unidade local. O pedido foi considerado e será avaliado pela liderança da INB.