Na manhã desta sexta os integrantes do Comitê Extraordinário COVID-19 estiveram reunidos na Secretaria Municipal de Saúde, e decidiram pela manutenção das restrições de funcionamento anteriormente impostas, a fim de conter a propagação da COVID-19 no Município.

Desta forma, todos os estabelecimentos comerciais, com ressalva para a Ceasa, feiras livres, feiras de artesanato, farmácias, hospitais e postos de combustíveis (exceto conveniências), continuarão podendo funcionar exclusivamente no horário compreendido entre 5 horas e 20:59 horas de segunda a sábado e aos domingos exclusivamente das 6h às 15h, mantendo a ocupação máxima e protocolos de saúde e segurança anteriormente determinados.

Após o horário estabelecido para funcionamento, os estabelecimentos poderão continuar trabalhando exclusivamente com sistema delivery, desde que o faça através de entregador no domicílio do consumidor, mantendo as portas fechadas e não realizem entregas diretas ao consumidor na porta ou proximidades do estabelecimento.

Os pontos Turísticos seguirão o mesmo horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais.

Permanece proibido ainda eventos públicos e privados, confraternizações e reuniões, inclusive familiares que contenha mais de 10 pessoas simultâneas, com ressalvas para as realizadas em casa de eventos, seguindo protocolos e determinações vigentes.

Reunião entre representantes do comércio, o Prefeito e o Secretário de Saúde

Na quinta os representantes da Associação de Bares e Restaurantes (ABRE), Associação Comercial (ACIA), Convention Bureau e Sindicato dos Hotéis, conversaram com o prefeito Sérgio Azevedo e com o secretário de Saúde, Carlos Mosconi. Na reunião eles pediam que a restrição de horário sobre o fechamento do comércio, estendida até a próxima sexta-feira (19), fosse cancelada. Eles dizem estar tendo queda nas vendas e no movimento.

O prefeito Sérgio Azevedo reforçou que se sensibiliza com todos os setores da economia que desde o ano passado têm enfrentando dificuldades por causa da pandemia, mas que tudo está sendo feito para gerar o menor impacto possível. “Diante do cenário que vivemos, essa foi a medida estudada junto ao Comitê, para que haja um equilíbrio para a manutenção da economia e da saúde em Poços”.

O secretário de Saúde, Dr. Mosconi, ponderou que o momento da doença no país é delicado e pediu que a população reforce os cuidados mantendo o distanciamento social, usando a máscara e o álcool em gel.