Portal de Notícias e Web Rádio 

No último dia 23, foi aberta a licitação para a exploração da Cascata das Antas, tendo como proposta vendedora a empresa CADAP, do mesmo grupo da CITUR, que já explora os principais pontos turísticos da cidade. A licitação está na fase de homologação e, posteriormente, será encaminhada para elaboração e assinatura do contrato.

“Localizada nas proximidades da Usina Hidrelétrica Eng. Pedro Affonso Junqueira (Antas I) e abrangendo uma área de cerca de 16 hectares, a Cascata das Antas é uma propriedade da DME Energética S.A. (DMEE) e não estava incluída na concessão realizada pela Prefeitura Municipal concluída em 2023. Temos, agora, a possibilidade de um cuidado mais específico das potencialidades oferecidas pelo local”, explica Marcelo Loichate, Diretor Superintendente da DMEE.

A contratação, com duração prevista de 120 meses, irá permitir não apenas explorar, mas também revitalizar e valorizar a Cascata das Antas, enriquecendo o turismo e a cultura locais. O local, que já foi prestigiado por Dom Pedro II em sua visita em 1886, é um dos marcos históricos de Poços de Caldas e um símbolo de seu potencial turístico ainda pouco explorado.

Israel Pereira, Secretário de Turismo, vê uma oportunidade de revitalização e inovação. “Este novo projeto se alinha ao objetivo de consolidar Poços de Caldas como um dos principais destinos turísticos do interior do Brasil, criando um circuito integrado que valoriza tanto a natureza quanto a história local. A Cascata das Antas, com sua rica história e beleza natural, merece ser destacada como um dos principais destinos da região”, afirma Pereira.