Centro Vivo

Iniciado no governo do prefeito Luiz Antonio Batista, o projeto “Centro Vivo”, cuja finalidade é a revitalização de toda área central, com a reforma de praças, parques e principalmente as calçadas, com a retirada dos postes e de toda fiação que é transferida para o subsolo, teve sequência em todas as administrações que se seguiram. Cada uma delas executou parte do projeto e uma dessas últimas etapas foi feita pela administração passada, na Rua Marechal Deodoro.

As intervenções do projeto estão previstas para as avenidas Francisco Salles eAntonio Carlos, mais a Rua Junqueiras.O governo atual, comandado pelo prefeito Sérgio Azevedo já anunciou que pretende executar, ainda nesta administração, as obras do Centro Vivo, na Av. Francisco Salles.

Como o trabalho ainda não teve início, moradores e pessoas que se utilizam da Av. Antonio Carlos, principal via para a ligação com a zona sul, entendem que a próxima etapa seria mais importante e útil, se fosse realizada naquela avenida que tem um fluxo de veículos intenso e que necessita realmente de um novo visual, inclusive para oferecer mais segurança aos pedestres, tendo em vista a largura das calçadas, em alguns pontos atrapalhada pelos postes da fiação aérea.

Em termos políticos e de visual, não existe dúvidas que a avenida Antonio Carlos renderia mais pontos para a administração. Mas, há que se levar em conta também a complexidade da obra que, entre as três etapas programadas, parece ser a mais difícil.

De qualquer forma, a torcida maior é para que esta administração não seja a única entre as últimas, a passar sem executar nenhuma etapa do projeto.

 

Animação

Quem esteve com o prefeito Sérgio Azevedo, após o feriado prolongado, que ele passou em companhia de familiares, em Volta Redonda, no Rio de Janeiro, diz que ele voltou mais animado e disposto após o merecido descanso.

Demonstra enorme vontade de dar sequência aos projetos programados para esta última etapa do governo e agora com dinheiro em caixa, uma vez que os repasses constitucionais estão em dia, mais o reforço de verba que certamente virá do DME, e do empréstimo de R$ 94 milhões junto à Caixa Federal, a luta fica por conta do tempo que resta para o final do mandato.

 

Cheque para a Santa Casa

O prefeito Sérgio Azevedo esteve ontem à tarde na Câmara Municipal pouco antes do início da sessão, para, em companhia do presidente da Casa e dos demais vereadores, entregar ao superintendente administrativo da Santa Casa, Dr. AzerZenun Junqueira, cheque no valor de R$ 500 mil, que será utilizado para atender a demanda por cirurgias ortopédicas, suspensas há meses para pacientes que dependem do SUS.

A quantia foi uma antecipação da devolução de recurso que não será utilizado pelo legislativo no presente exercício, ação proposta pelo vereador Antonio Carlos Pereira e aprovado pelos demais vereadores.

Fechar Menu