Carta na manga

A respeito do Monotrilho, que agora é propriedade do município, Sérgio disse quem tem um plano que ainda não pode revelar que se tudo der certo, colocará o Monotrilho em funcionamento, sem que a prefeitura tenha qualquer tipo de despesa. Aguarda apenas o laudo técnico de uma empresa que será contratada para avaliar a estrutura do empreendimento para colocar o plano em ação. “Se infelizmente, não der certo, aí sim, vamos partir para o desmanche”, disse.

Fechar Menu