Portal de Notícias e Web Rádio – CNPJ 44.219.101/0001-23

Questionado sobre o calendário diferenciado de Minas e São Paulo, Donato respondeu que existe um calendário nacional de vacinação e autonomia dada aos estados para estabelecer algumas normas de vacinação. “Estamos seguindo à risca as normatizadas do governo do estado em relação a vacinação. Recentemente até o governo de Minas falou que 70% de vacinação por idade e 30% para público específico, igual recentemente estavam os profissionais de educação, lactantes e outros. Parece-me que São Paulo, salvo algumas exceções, está seguindo mais a questão da idade, não está focando muito a questão desse público, por isso a idade está mais baixa”, afirmou o secretário.

Lembrou, no entanto, que ao mesmo tempo em Poços a vacinação por idade está indo para os 52 anos, porém há pessoas que com 18 anos que já foram vacinadas, como por exemplo, algumas lactantes, profissionais de saúde de 25 anos que foram vacinados, profissionais da educação. “O importante é que está vacinando. Nossa vacinação está diferente de São Paulo, mas temos pessoas mais novas que já foram vacinadas e que São Paulo não vacinou. Também não podemos esquecer que São Paulo foi o berço da vacinação no país”, alertou.