Caixa dois vai para a Justiça Eleitoral

O STF decidiu, por 6 votos a 5, que crimes como corrupção e lavagem de dinheiro devem ser julgados na Justiça Eleitoral se estiverem relacionados a delitos eleitorais, como caixa 2. O julgamento foi marcado por duras críticas dos ministros a membros do Ministério Público Federal (MPF). Procuradores, por sua vez, viram a decisão como um “golpe na Lava Jato”. Eles argumentam que a Justiça Eleitoral não tem estrutura e temem que processos prescrevam ou que decisões da Justiça Federal sejam anuladas. O ministro da Justiça Sérgio Moro, foi na mesma linha e disse que a Justiça Eleitoral não está “adequadamente estruturada”, mas frisou que respeita a decisão.(Estado)

Fechar Menu