Bolsonaro: ”vou à ONU nem que seja de cadeira de rodas”

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que a cirurgia que fará no próximo final de semana não o impedirá de discursar na abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas, no dia 24 de setembro, em Nova York. Se for preciso, Bolsonaro disse que irá até “de cadeira de rodas ou de maca”, porque quer falar sobre a Amazônia ao restante do mundo. Tradicionalmente, o Brasil abre o evento. Esta será a primeira participação de Bolsonaro como presidente da República.

Fechar Menu