Segundo Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Poços de Caldas, nesta quinta, 25 de março, são 5.858 casos positivos em Poços: destes, 5.109 pacientes são considerados recuperados, 528 seguem em isolamento domiciliar, 31 estão em Unidade de Terapia Intensiva e 32 em ala ou leito clínico. São 131 novos casos em relação a última atualização. São 158 óbitos em função da Covid-19, com mais 02 registros: uma paciente de 40 anos, um paciente de 69 anos com comorbidades. A Secretaria Municipal de Saúde se solidariza com parentes e amigos neste triste momento de perda no município em função da Covid-19. O Boletim conta com 02 óbitos em investigação, com mais um registro: um óbito de um paciente de 73 anos, com comorbidades.

Dentre os 5.858 casos positivos no município, 51,58% se referem a pacientes do sexo feminino. A faixa etária de maior incidência é dos 22 a 39 anos, que corresponde a 22,72% dos casos. A taxa de ocupação de Unidade de Terapia Intensiva, nesta quinta, está em 97,26%. São 71 leitos ocupados, sendo 31 por pacientes confirmados e residentes em Poços o que corresponde a 42,47%, 40 por pacientes residentes em outros municípios o que corresponde a 54,79% da ocupação.

Nesta quinta, são 40 internações de pacientes de outras cidades, conforme descrito na taxa de ocupação de UTIs: (01) Divinolândia, (04) Santa Rita de Caldas, (01) Campestre, (01) Jacutinga, (01) Vargem Grande do Sul, (07) Ipuiúna, (08) Andradas, (01) Tapiratiba, (01) Cambuí, (03) São João da Boa Vista, (01) Itaúna, (03) Botelhos, (01) Águas da Prata, (01) Governador Valadares, (01) Areado, (01) Belo Horizonte, (01) Muzambinho, (02) Caldas e (01) Wenceslau Braz. Lembrando que estes casos não são computados nas estatísticas locais referentes aos números de casos positivos, mas já estão incluídos na taxa de ocupação de leitos de UTI, divulgada diariamente no Boletim Epidemiológico.

O Boletim contabiliza 108 óbitos de não residentes, com mais 02 registros: um paciente de 76 anos que era morador da cidade de Muzambinho e uma paciente de 66 anos que era moradora da cidade de Divinolândia, ambos possuíam comorbidades. O Boletim também informa que já foram realizados no município, somando as redes pública e privada, 41.973 testes e exames.