Bebianno não aceitou ofertas

Jair Bolsonaro não ofereceu apenas uma diretoria em Itaipu (ele ganharia três vezes mais do que o salário da Secretaria-Geral) a Gustavo Bebianno para compensar sua exoneração e encerrar o episódio sem sequelas. Onyx Lorenzoni, chefe da Casa Civil, em nome do presidente, ofereceu ao ex-ministro a embaixada de Roma – e ele recusou as duas propostas.

Fechar Menu