Bate-bôca

O clima ficou tenso entre o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO) na semana passada. O major exigia que Maia alterasse o texto e negociasse os benefícios para os policiais federais e ainda dizia que falava em nome do presidente Jair Bolsonaro. Rodrigo tentou explicar que se atendesse a categoria iria abrir brecha para outros setores. Vitor Hugo insistia e parecia não entender Maia, que engrossou: “Aqui você não manda, quem manda na Câmara são os deputados”.

Fechar Menu