Bate boca

A sessão do Conselho Superior do Ministério Público Federal realizada nesta 6ª feira foi marcada por bate-boca entre o procurador-geral da República, Augusto Aras, e procuradores que o criticaram por declarações sobre a operação Lava Jato.A discussão começou a partir de fala do procurador Nicolao Dino: “Vossa Excelência, com o peso da autoridade do cargo que exerce, e evocando o pretexto de corrigir rumos ante a supostos desvios das forças-tarefas, fez graves afirmações em relação ao funcionamento do Ministério Público Federal em debate com advogados”. Aras mandou Dino parar de comentar a operação e focasse apenas no tema da reunião, que era orçamento. No final da sessão Aras reclamou que os colegas procuradores vazam manifestações à imprensa. (Poder 360)

Fechar Menu