Áudios contradizem presidente

Doze áudios revelando conversas do presidente Jair Bolsonaro com o ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência Gustavo Bebianno, divulgados ontem, contradizem a versão de Bolsonaro de que ele não falou com seu ex-auxiliar durante a internação em São Paulo. A crise foi detonada no dia 12, quando Bebianno afirmou ao GLOBO que havia falado com Bolsonaro, na tentativa de negar mal-estar entre eles por causa das denúncias sobre candidaturas laranjas do PSL. Foi então chamado de mentiroso por Carlos Bolsonaro e, depois, pelo presidente, e acabou demitido anteontem. Bebianno disse que Carlos fez “macumba psicológica”. (O Globo).

Fechar Menu