Duas audiências seriam realizadas na terça-feira para apurar se as advogadas Fernanda Soares e Laís Lavras trabalharam na campanha política do prefeito Sérgio Azevedo, ao mesmo tempo em que atuavam como servidoras do Procon e do CREAS, respectivamente. Por recomendação médica, porque está grávida e em repouso, a audiência de Fernanda foi adiada, já a de Laís aconteceu.

O advogado do PSB, Fabiano Travassos Viti, em entrevista a TV Plan, afirmou que a audiência de Laís ocorreu de forma satisfatória, dentro da normalidade e que agora será aguardada a decisão judicial. Para ontem era aguardada a audiência de instrução que julgaria o comparecimento do prefeito na entrega de unidades habitacionais no Vale dos Pinheiros. “Como assistente de acusação estamos acreditando que vai cassar, porque entendemos que a irregularidade ocorreu, está muito bem comprovada, estamos acreditando nisso”, afirmou o advogado.