Portal de Notícias e Web Rádio 

A vereadora Dra. Regina propôs uma Audiência Pública para a próxima quarta-feira, 18, às 15h, para ouvir a população sobre as melhorias necessárias no sistema de estacionamento rotativo, a popular Zona Azul, operada em Poços de Caldas pela empresa EXP. Este é um tema importante, uma vez que o objetivo principal do serviço é que a rotatividade das vagas de  estacionamento ajude a regular o tráfego de veículos na cidade.

Para Dra. Regina é preciso que as regras e normas sejam aplicadas de forma correta. “Não basta que o motorista apenas pague pelo serviço, há a necessidade de que ele tenha parquímetros funcionando e uma boa quantidade de funcionários capazes de atender a demanda de forma satisfatória. A zona azul precisa oferecer uma boa estrutura no estacionamento dos veículos no centro”, diz.

Durante a Audiência Pública, haverá explanação à população e aos vereadores sobre o funcionamento dos parquímetros instalados nas áreas de estacionamento rotativo, sobre a equipe destinada a promover a fiscalização nas vias e sobre a operação das máquinas de cartões de crédito e débito, manuseadas pelos funcionários da empresa, além, é claro, de outros questionamentos pertinentes ao serviço.

A transmissão da Audiência Pública para tratar da Zona Azul também será transmitida pelas redes sociais da Câmara Municipal de Poços de Caldas.

HORAS EXTRAS

Na Sessão Ordinária da Câmara Municipal da terça-feira, 10, foi aprovado um requerimento da Dra. Regina com um pedido de informações a respeito das horas extras dos profissionais de saúde que atuaram e atuam em Poços de Caldas nos últimos 8 anos.

No requerimento ela questiona o regime interno da UPA, do Hospital Margarita Morales e do Hospital de Campanha no que diz respeito a carga máxima de horas de plantão permitidas bem como os critérios para escala dos profissionais.

A vereadora também questiona a Secretaria Municipal de Saúde se houve prestação de serviço por profissional por mais de 24 horas ininterruptas em regime de plantão e solicita esclarecimentos a respeito do valor pago pelos plantões dos profissionais que prestam serviço pelas empresas terceirizadas e dos servidores contratados e concursados.