Análise de aposentadoria demora seis meses

Aposentar está cada vez mais difícil no Brasil. Em Minas, o prazo médio para análise dos pedidos pelo INSS é de 172 dias, quase seis meses. O número é 3,8 vezes superior ao determinado pela lei, que estipula máximo de 45 dias para resposta do órgão ao trabalhador. Alguns casos, no entanto, chegam a nove meses.

A reforma da Previdência é apontada por especialistas como um dos motivos para o atraso. O INSS diz que se esforça, mas o quadro de pessoal para atender à demanda é limitado. Enquanto isso, quem já tem direito ao benefício continua trabalhando e em compasso de espera.

Somente neste ano, 96,84 mil pessoas já entraram com o pedido de aposentadoria em Minas. No ano passado, foram 351,95 mil trabalhadores, aumento de 3,47% na comparação com 2017, quando 340,14 mil fizeram a solicitação. No Estado, 81,72 mil pessoas ainda aguardam a análise dos papéis pelo INSS.

Fechar Menu