Ameaça de greve continua

Caminhoneiros não ficaram satisfeitos com o pacote de medidas anunciadas nesta terça-feira, pelo governo Jair Bolsonaro para ajudar a categoria e evitar paralisações. Em grupos de WhatsApp, o plano foi visto como uma “cortina de fumaça”, uma forma de protelar possível greve dos motoristas. Alguns já falam, com exaltação, em nova paralisação em 21 de maio – exatamente um ano depois da greve que paralisou o país – caso a situação não melhore.

Fechar Menu