A Alcoa Poços anunciou, através de release distribuído para a imprensa, que assim como as unidades da Austrália, também vai implantar a metodologia de Filtro Prensa na unidade de Poços de Caldas. O investimento será de R$ 310 milhões e consiste na implantação de uma planta de filtração na Refinaria, que gera o resíduo seco, com apenas 30% de umidade, equivalente à umidade natural do solo, e direciona a água retirada ao processo produtivo, por meio de um circuito fechado, para ser reutilizada.

O resíduo seco será transportado em caminhões e descarregados em uma nova área de disposição de resíduo, onde será compactado. Segundo o gerente de Operações da Alcoa Poços de Caldas, Walmert Rocha, o projeto garante a continuidade das operações da unidade local e impacto positivo na economia, já que durante o pico da obra vai gerar cerca de 500 empregos indiretos, movimentar a locação de imóveis e aumentar as vendas no comércio.