Aderência aumentou tempo de cirurgia

O médico Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo, cirurgião-chefe que realizou no domingo a operação de correção de hérnia incisional no presidente da República, disse que Jair Bolsonaro deverá receber alta médica em torno de cinco ou seis dias. De acordo com ele, após isso, o presidente deverá estar apto a viajar em sete a dez dias.

Segundo o primeiro boletim médico divulgado após a cirurgia, Bolsonaro apresenta quadro clínico estável. A correção de hérnia incisional foi feita com a técnica de herniorrafiaincisional com implantação de tela, e foi bem-sucedida. Teve início às 7h35 e foi concluída às 12h40.

Fechar Menu