Após uma grande concentração de pessoas no último fim de semana (10 e 11/04), onde mais de 1.000 pessoas estiveram aglomeradas próximo ao Cristo Redentor e na Rampa de Voo Livre, as equipes da Secretaria de Obras realizaram o fechamento das entradas de acesso.

Manilhas foram colocadas no acesso pelo bairro Vila Rica, além do impedimento na entrada principal do Cristo, na bifurcação com a entrada da Pedra Balão, neste ponto, o fechamento é feito com correntes e sinalização com placas para que somente os servidores e fiscalização, acessem o local.

“Pela entrada principal o acesso ao Cristo ficará restrito aos profissionais que precisarem fazer algum serviço, portanto existem placas de orientação e uma corrente para impedir a passagem de veículos. E na entrada do bairro Vila Rica, as manilhas impedem qualquer tentativa de acesso”, comenta o secretário de obras, José Benedito Damião.

O secretário de turismo, Ricardo Oliveira lamenta a falta de conscientização. “Frente a esta situação ocorrida ao entorno do Cristo, precisamos tomar medidas drásticas. Muitas pessoas não estão respeitando e só assim poderemos tentar acabar com as aglomerações, a exemplo do que já foi feito anteriormente em outros pontos, como a própria Rampa e a Represa do Cipó.”

E a fiscalização prossegue juntamente com a Polícia Militar e as equipes da Defesa Social. “O trabalho continua em parceria com a Polícia Militar. Quem tentar invadir ou passar as barreiras em veículos estará infringindo a lei. Se algum veículo for flagrado no local, que está fechado, a pessoa responderá por crime contra a saúde pública, previsto no Art. 268 do Código Penal.”