A fila não anda…

Proprietários de imóveis que estão alugados para a prefeitura e prestadores de serviço, entre os quais estão os motoristas que fazem o transporte escolar estão na fila há mais de sete meses aguardando pagamento. Já teve motorista que vendeu até o carro da esposa para continuar bancando o transporte com recurso próprio e pelo menos por enquanto nem sinal dos pagamentos atrasados que a administração justifica como consequência do calote aplicado pelo governo do estado. Para divulgar a dívida até um painel com os números do calote permanece estacionado durante o dia em alguns pontos de maior movimento.

Fechar Menu