Portal de Notícias e Web Rádio – CNPJ 44.219.101/0001-23

* Para liberar a Certidão Negativa de Débito (CND), a Secretaria da Fazenda não utilizou recurso transferido pelo DME. Foram R$ 3,5 milhões de recurso próprio referente a primeira parcela do total necessário para a renegociação da dívida. Manter a CND em dia não é mérito para o governo municipal e sim, uma obrigação, mas sinaliza que a difícil situação financeira do município começa a melhorar.

* Acompanhado do vice Júlio de Freitas e dos secretários Celso Donato e Tiago Mariano, o prefeito Sérgio Azevedo visitou ontem a área do Distrito Industrial, para escolha da área que será destinada a instalação de mais uma grande empresa em Poços de Caldas. As tratativas entre os empresários e o município caminham de forma animadora com enorme possibilidade de Poços aumentar ainda mais o seu parque industrial, Como existe pedido de confidencialidade nas negociações, o nome da empresa não foi revelado.

* O presidente da Câmara, vereador Marcelo Heitor (PSC), está convidando para a coletiva de imprensa, amanhã, sexta-feira, às 14h, no plenário do Legislativo. Na pauta da coletiva, o repasse de recursos da Câmara Municipal para custeio das cirurgias eletivas.

* Como o blog havia anunciado, o senador Rodrigo Pacheco vai mesmo deixar o DEM para se filiar ao PSD, mudança confirmada ontem por veículos da grande imprensa. Com a fusão do DEM e o PSL está nascendo o União Brasil, mas o senador, mesmo assim decidiu deixar a legenda. A mudança faz parte da estratégia para ser lançado como candidato a Presidente da República.

* A mudança de Rodrigo Pacheco deve influir também no tabuleiro da política poços-caldense uma vez que o prefeito Sérgio Azevedo e o secretário de governo e pré-candidato a deputado federal, Celso Donato, já manifestaram pessoalmente interesse no PSD ao presidente nacional da legenda, o ex-deputado Alexandre Silveira, que ocupa o cargo de diretor de gabinete do presidente do Senado.

* Uma fonte confidenciou ao blog que o prefeito e seu secretário estariam agendando uma outra viagem a Brasília para conversar com Alexandre Silveira sobre o PSD, uma vez que está definida a filiação do senador Rodrigo Pacheco no partido. A intenção de Celso Donato, que é o presidente do diretório local do PSDB era de se filiar ao partido presidido nacionalmente pelo ex-ministro Gilberto Kassab e que conta também com o senador Antonio Anastasia e o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil. Como ocorreu uma reação no ninho dos tucanos em Poços, inclusive com a ameaça de lançar candidatura própria caso Donato mudasse de legenda, o secretário recuou.