* A fusão do DEM com o PSL terá influência direta nos estados. Em Minas, por exemplo, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, fica mais forte e aumenta seu cacife para disputar a presidência, enquanto que o governador Romeu Zema, segundo reportagem do jornal O Globo, já admite deixar o Novo e migrar para a nova legenda que além de melhor estrutura terá ainda a maior fatia do fundo eleitoral. O partido já tem nome e logotipo, vai se chamar União Brasil.

* A fusão do DEM com o PSL que resultou no União Brasil não deve mudar muita coisa por aqui, até porque o PSL já não existe mais oficialmente desde janeiro e sequer possui comissão provisória. Tiago Cavelagna deve continuar na presidência da nova legenda e segundo disse ele ao blog, o vice-prefeito Júlio de Freitas também continua pré-candidato a deputado estadual.

* Tiago informou ainda que fez parte do acordo para a fusão entregar o comando da nova legenda nos estados para o partido com melhor estrutura e deputados. Como em Minas Gerais o Democratas é mais que o PSL e possui maior bancada com deputados o comando regional deve ficar com o senador Rodrigo Pacheco e o deputado federal Bilac Pinto.

* Pelos lados do PSDB já é quase certo que, na eleição para o governo do Estado a legenda vai caminhar com Romeu Zema, não importa por qual partido ele disputará um novo mandato. Não está no radar dos tucanos lançar candidato ao governo e devem permanecer com a vaga de vice de Romeu Zema. Se Paulo Brandt não continuar, seu substituto poderá ser até mesmo o deputado Bilac Pinto, que já foi secretário de governo.

* O presidente Jair Bolsonaro está próximo de se filiar ao PP (Partido Progressistas), da dupla Arthur Lira e Ciro Nogueira, os manda-chuvas do chamado “centrão”. Repassando o assunto para a terrinha, se a filiação se concretizar, quem sairá fortalecida e passará a dar ordem unida para a tropa bolsonarista éa vereadora Regina Cioffi, que comanda a legenda e neste caso pode até repensar seu futuro politico, lançando seu nome como candidata a deputada.

*Para o vereador do Democrata, Wellington Paulista, a fusão do seu partido com o PSL será melhor esclarecida por meio de um pronunciamento oficial do presidente do diretório municipal do DEM, Tiago Cavelagna. “Independente do que for decidido, temos que continuar focados e dedicados em nossas atribuições objetivando o interesse público”, disse Paulista.

* Colegas de legislativo confidenciam em off que estão estranhando muito o comportamento do vereador Ricardo Sabino (PSDB), neste seu segundo mandato. Ao contrário da anterior, nesta legislatura o vereador se mantém ausente, aparece na Câmara apenas às terças-feiras nos dias de sessões e não costuma marcar presença também nas reuniões das comissões da qual faz parte.

* A INB distribuiu ontem uma nota genérica, sobre a destinação dos rejeitos radioativos estocados em São Paulo, não descartando a remoção desse material para a unidade de Caldas. A prefeitura da cidade rebateu: ️ *Nota genérica da INB, não aceitamos!* 1)O município de Caldas não aceita virar depósito de rejeitos radioativos.2) Queremos relatórios que constatem a condição de armazenamento de Torta II na unidade alocada no nosso município. 3) Reivindicamos o acesso a todos os relatórios de atividades da INB no município de Caldas.*