Portal de Notícias e Web Rádio – CNPJ 44.219.101/0001-23

* Na entrevista que concedeu ao repórter Pedro Bertozzi, no programa Café Interativo, o diretor do hospital Santa Lúcia, Aun Assad Neto, pediu ajuda da população no sentido de conscientizar o Governo do Estado, e principalmente o Secretário de Saúde, no sentido de que o hospital continue integrando a rede de urgência e emergência, credenciado para atender pacientes com infarto ou AVC.

* Por meio de release distribuído pela Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal, redigido com dados fornecidos pelo vereador Kleber Silva, o representante doNovo,  partido do governador Zema,  informa que durante sua visita ao Secretário de Saúde do Estado, Fábio Baccheretti, ele foi claro ao afirmar que o Hospital Santa Lúcia “não perderá o credenciamento dos casos de Infarto e AVC e deixou o compromisso da sua Secretaria em encontrar uma maneira legal de continuar fazendo os repasses de incentivo a esse trabalho”. Para o vereador o assunto está resolvido.

* Sobre este assunto, a assessoria do deputado Mauro Tramonte confirma que está mantida a audiência agendada pelo parlamentar para esta quarta-feira com o secretário Fábio Baccheretti. Mauro quer ouvir do próprio secretário como ficará a situação do hospital Santa Lúcia, tendo em vista a definição, por meio do programa Valora Minas, que o serviço de urgência e emergência para pacientes com infarto e AVC ficará a cargo do Hospital da Santa Casa.

* Requerimento de autoria do vereador Marcelo Heitor (PSC), aprovado ontem, também convida para participar de uma das próximas sessões do legislativo o diretor do hospital da Santa Casa, Ricardo Sá, para detalhar como se dará o atendimento de urgência para os pacientes atendidos por meio do SUS, vítimas de infarto e AVC. O presidente da Câmara entende que o credenciamento da Santa Casa para este tipo de atendimento é benéfico para a cidade e toda a região, sendo de opinião que o hospital Santa Lúcia deve continuar com o mesmo tipo de serviço de urgência para ampliar o leque de opções aos atendidos.

* Segundo previsão orçamentária para o ano de 2022, a Prefeitura de Poços de Caldas atingirá, pela primeira vez, a cifra de R$ 1 bilhão, um bom dinheiro que se bem administrado, vai permitir a execução de obras importantes para a cidade. A este total deve ser acrescentado ainda pelo menos mais R$ 80 milhões que devem sair dos cofres das empresas de energia elétrica em forma ade dividendos. Quem sabe em 2022 a administração com essa dinheirama toda consegue colocar em dia a Certidão Negativa de Débitos (CND).

* Os jovens de 16 a 24 anos em Minas Gerais demonstram preferência pela candidatura de Lula (PT) à Presidência, enquanto o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) registra seu pior desempenho justamente nessa faixa etária. É o que mostra a pesquisa Datatempo, realizada entre os dias 24 e 27 de setembro em todo o Estado.Se as eleições dependessem apenas dos jovens mineiros, Lula ficaria perto de vencer já no primeiro turno, com 43,4% das intenções de voto.