* Mas é bom lembrar que na eleição passada, Carlos Mosconi somou 65.815 votos e ficou apenas com a terceira suplência na coligação integrada pelo seu partido, o PSDB. E teve ainda a ajuda do então candidato a governador Antonio Anastasia. Tudo indica que na próxima eleição o partido não deve laçar candidato ao governo e para complicar ainda mais a situação, as coligações proporcionais estarão proibidas.

* Como nenhum dos três pré-candidatos possui base eleitoral em cidades da região, vai ser difícil, para não dizer impossível, somar votos suficientes para ser eleito apenas com os votos de Poços. Para se ter uma ideia do que isso significa, é só lembrar que o candidato mais votado até hoje em nosso colégio eleitoral foi Geraldo Thadeu, na sua primeira eleição de deputado, com 31 mil votos. A bancada do PSDB mineiro conta hoje com cinco deputados federais, todos eles, candidatos à reeleição.

* No andar de baixo, o número de candidatos a deputado estadual, deve ser ainda maior e a dificuldade será a mesma para os nomes citados até agora, nenhum deles conta com apoio suficiente para conquistar votos na região. Ulisses Guimarães, do PTB, que obteve expressiva votação em Poços na eleição passada – mais de 20 mil votos –  desta vez não vai contará com o apoio do prefeito, e sua votação deverá cair muito.

* Já o vice-prefeito, Júlio de Freitas, do Democratas, está cotado para ser o candidato a deputado estadual com apoio do chefe do executivo. Neófito em política, cumpre seu primeiro mandato eletivo e vai precisar de muitos votos, não só daqui, mas também em cidades da região, onde é totalmente desconhecido.

* Outros nomes citados como possíveis pré-candidatos a vaga na Assembleia Legislativa: Marcelo Heitor (PSC), Lucas Arruda (Rede), Regina Cioffi (PP), Tiago Mafra (PT). Por enquanto…

* Enquanto por aqui, Poços, Águas da Prata e São João da Boa Vista ficam apenas no blá-blá-blá no que diz respeito a criação de um trem turístico ligando as três cidades, neste final de semana foi inaugurado o Trem Expresso Vale das Frutas, que fará a ligação das cidades de Valinhos, Vinhedo e Louveira, os três municípios que integrarão os passeios com saídas agendadas aos sábados e domingo duas vezes ao dia em vagões estruturados e adaptados especialmente para receber os turistas.

* Com a chegada das chuvas, a vegetação cresce mais rápida e a equipe de limpeza e manutenção das ruas e jardins não dá conta do trabalho. Por esse motivo a Secretaria de Serviços Públicos contratou, pelo valor de R$ 158 mil, uma empresa especializada no serviço de limpeza e capína.