* Na mesma entrevista o vereador se mostrou preocupado com o atraso da nova empresa do transporte público assumir o serviço e disse ser contrário a uma nova prorrogação do contrato emergencial com a atual concessionária. Marcelo criticou também o estado de abandono dos pontos de passeio, principalmente o teleférico.

* Resta saber se o presidente do PSC local, Wanderlei Monteiro, está de acordo com a posição do presidente regional da legenda. Wanderlei ocupa cargo de confiança no segundo escalão no governo municipal. Uma das coisas que incentiva Marcelo a não descartar o convite para se lançar candidato a deputado é que na eleição passada, deputado do seu partido foi eleito com pouco mais de 21 mil votos.

* Como o PSDB e o Democratas já se acertaram para lançar Celso Donato e Júlio de Freitas, como candidatos a deputado federal e estadual, respectivamente, não existe possibilidade de uma composição com o vereador Marcelo, mesmo o PSC sendo integrante do grupo que comanda o executivo municipal.

* A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Sul de Minas, registrou o menor índice do ano no domingo (19/9), segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). Os números são registrados no Painel de Monitoramento da SES.

* A jornalista Analice Nicolau, do Jornal de Brasília, publicou em destaque na sua coluna, a visita do Secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, a Poços de Caldas no sábado e ressaltou a informação, dada pelo secretário de que Poços aparece como o destino turístico mais procurado de toda Minas Gerais, pelo portal Visite Minas, do Governo do Estado.

* Se o próprio secretário diz que Poços de Caldas é o destino turístico mais procurado pelos turistas em todo o Estado, deveria então ter prestigiado a cidade, lançando aqui o programa Reviva Turismo e não em Caxambu, primeira cidade visitada por ele neste giro por cidades turísticas do circuito das águas e sul de Minas. Ou não?