* Sem resposta por quase dois meses e sem conhecer os rumos da legenda que, hoje, não conta com representantes em Brasília, a matemática também pesou. E isso abriu a possibilidade de convites de outras legendas. Ainda no mês de julho, a comissão provisória do partido não foi renovada, o que agravou a relação. Todo esse desgaste permitiu que convites surgissem. A aproximação com o futuro partido se deu após diversas viagens a Belo Horizonte. Participaram das articulações a própria Yula, seu assessor Rodrigo Costa, um representante da legenda no sul de minas, o coordenador do partido no sudeste, os presidentes estadual e nacional da legenda e um Deputado Federal. A troca de partido também permitirá o apoio de ao menos duas lideranças político-partidárias da cidade à sua pré-candidatura à Federal.

* Ademir Angelini, Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Poços de Caldas e região é o pré-candidato a deputado estadual em Poços de Caldas pelo Solidariedade. Com longa trajetória no movimento sindical e com contatos em diversos municípios do Sul de Minas, o Diretório Municipal presidido por João Alexandre tem as bênçãos do deputado federal Zé Silva para a candidatura. O partido ainda estuda quais rumos terá para Deputado Federal, não descartando a possibilidade de apoio a uma candidatura.

* Acompanhado do vice Júlio, o prefeito Sérgio Azevedo esteve ontem na Urca acompanhando a vacinação contra a covid-19 e postou em sua rede social a satisfação pela forma como a campanha tem evoluído. Alertou para que as pessoas fiquem atentas para a data que está descrita no cartão para que recebam a segunda dose. “Os nossos números de casos e de ocupação de UTI estão caindo, por isso é importante que todos sejam vacinados, pois só assim vamos vencer esta pandemia”, destacou.

* De uns dias para cá, o vice-prefeito Júlio de Freitas passou a acompanhar com mais frequência as ações do prefeito Sérgio Azevedo. Por algum tempo o vice permaneceu mais focado em tarefas internas, deixando de se expor publicamente ao lado do chefe do executivo, permitindo que o espaço fosse ocupado pelo secretário de governo Celso Donato.

* O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), foi eleito presidente da Frente Mineira de Prefeitos (FMP) em uma reunião online que ocorreu na tarde desta quinta-feira. A reativação da FMP e a eleição de Kalil é o esforço mais visível feito por ele até agora para tentar aumentar sua influência e popularidade em todo Estado já visando as eleições para governador em 2022.

* O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) aceitou o pedido do governo do Estado para adiar o prazo para entrar em um acordo com a Associação Mineira de Municípios (AMM) para o pagamento de R$ 6,8 bilhões retidos da área da Saúde desde a gestão de Fernando Pimentel (PT). O prazo inicial estipulado pelo MP encerrou no último sábado e foi prorrogado até o próximo dia 30 de agosto.