* Entre hoje e amanhã, o prefeito Sérgio Azevedo, com aval do comitê que gerencia a pandemia, deve autorizar o aumento na lotação máxima dos hotéis de 60% para 80%. Essa pelo menos foi a promessa que fez no final de semana ao recepcionar o senador Antonio Anastasia, em companhia do presidente do sindicato de hotéis, Waldir Miguel.

* No final de semana os hotéis estiveram com lotação esgotada, dentro dos 60% autorizado pela prefeitura. A procura foi muito acima do esperado e não fosse a limitação imposta pela pandemia, todos eles estariam com lotação completa. Outro problema se deu com os restaurantes onde os hóspedes encontraram dificuldades para fazer reservas. Muitos tiveram que se contentar em fazer refeições em lanchonetes.

* O movimento é mais uma sinalização de que Poços de Caldas dentro do novo normal pós pandemia será um dos destinos preferidos dos turistas, em especial vindos de cidades do interior paulista. Na opinião de um hóspede residente em Ribeirão Preto, que estava com a família e amigos hospedados no Pálace Hotel, a cidade deve se preparar porque vai “bombar” de agora em diante uma vez que os turistas vão preferir viagens curtas, que podem ser feitas em seus próprios veículos.

* Acompanhado de alguns amigos, procuradores do Estado que estavam com as esposas, o senador Antonio Anastasia fez uma visita ao teatro do Pálace Casino, totalmente restaurado seguindo o seu projeto original, obra que teve seu apoio quando estava à frente do governo do Estado. Não poupou elogios aquilo que descreveu como sendo maravilhoso para os anfitriões, a empresária Munira Miguel e o presidente do sindicato de hotéis, Waldir Miguel.

* Os dados são de um estudo preliminar feito por meio do Plano Mineiro Estratégico de Ferrovias, de autoria do Governo de Minas, sobre a viabilidade do trem turístico que ligará Poços de Caldas a Águas da Prata, caso ele seja viabilizado. R$ 17.737.564,00 de faturamento anual, com percurso de 32 kms composição de três vagões. Quase R$ 1,5 milhão por mês. Sem dúvida, é o que antigamente classificavam como sendo “um negócio da china”. Ou não?

* O diário oficial do município publica, na edição desta segunda-feira, comunicado à respeito do pregão eletrônico para a compra de totem “MDF” personalizado para álcool gel. A aquisição que antes tinha como objeto a aquisição de 101 unidades, subiu para 300 unidades que serão instaladas nas unidades de saúde e também nas diversas secretarias.

* Na mesma edição, está publicado aviso da Comissão Especial de Licitações, comunicando que a concessão onerosa para a lanchonete instalada no Velório Municipal teve a data da concorrência prorrogada para o dia 26 de agosto pelo fato de não ter aparecido nenhum interessado na exploração deste tipo de comércio.