* O clima é de alto astral no andar de cima da casa amarela, onde está localizado o gabinete do chefe do executivo, assim como no andar de baixo, onde fica a sala do secretário de governo, após a viagem do prefeito e do secretário a Brasília, no início da semana. Na capital federal, portas importantes foram abertas e agora estão à disposição do prefeito, principalmente as do gabinete do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

* A conversa com o diretor de gabinete do senador que representa Minas no Congresso, o ex-deputado Alexandre Silveira, foi animadora e muito produtiva, segundo disse o prefeito que já saiu de lá com a promessa de que várias emendas de interesse do município serão encaminhadas aos ministérios para liberação de recursos.

* Mas o principal da visita foi o contato direto com quem organiza toda pauta e audiências do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, cujo nome vem sendo citado como presidenciável. Pelo menos a partir de agora o prefeito de Poços dispõe de um canalpara destravar assuntos e projetos de interesse da cidade junto ao governo da União.

* Além disso, o ex-deputado Alexandre Silveira que é o presidente do PSD em Minas, uma das legendas que mais cresceu nos últimos meses, também é primeiro suplente do senador AntonioAnastasia(PSD), que segundo consta, aguarda vaga para assumir o cargo de ministro no Tribunal de Contas da União. Alexandre se colocou à disposição do prefeito Sérgio para intermediar reivindicações do município junto aos órgãos da União, pelo menos até que a cidade volte a contar com representação na Câmara Federal.

* Interessante também foi o contato dos dois representantes de Poços com o deputado Charlles Evangelista, do PSL de Juiz de Fora, que agendou e acompanhou o prefeito na audiência com o Ministro Anderson Torres, no Ministério da Justiça e Segurança. A audiência teve como motivo reivindicar a instalação de um posto da Polícia Federal em Poços de Caldas. Vale lembrar que o deputado, filiado ao PSL, é o coordenador regional da legenda na região de Pouso Alegre, e por extensão, é quem dá as cartas no partido também em Poços.

* Com os números da Covid-19 em baixa, mais a liberação da CND que vai permitir a Prefeitura pleitear novos recursos e financiamentos, além de receber emendas parlamentares, e mais a decisão da justiça de impedir o bloqueio das parcelas do FPM as quais o Município têm direto e ainda os R$ 7 milhões, que virão do repasse pelo acordo da Vale, o clima positivo no andar de cima da casa amarela está plenamente justificado.

* No pedaço da gorjeta corre um zum-zum-zum que o suplente de deputado estadual pelo PTB, e ex-prefeito de Caldas, Ulisses Guimarães, aguarda apenas a chegada da janela partidária para mudar de partido, devendo se filiar ao MDB, com as bênçãos do deputado federal Newton Cardoso Júnior, com quem, fará dobradinha na eleição de 2022.