Portal de Notícias e Web Rádio 

* O secretário de governo e pré-candidato a prefeito Paulo Ney de Castro Júnior, desmente qualquer tratativa no sentido de união com o PL para formar uma dupla tendo Marcelo Heitor como cabeça de chapa. “Não existe nenhum diálogo neste sentido, pelo menos por enquanto, e as informações em sentido contrário estão sendo divulgadas por pessoas que querem semear a discórdia”, disse Paulo Ney ao blog.

* Nos últimos sete anos, as empresas públicas municipais do Departamento Municipal de Eletricidade transferiram para os cofres da prefeitura cerca de R$ 270 milhões, dinheiro que foi para o ralo, incorporado à receita para pagamentos diversos. Se fosse melhor aproveitado pela tal “gestão técnica”, além de a prefeitura ter realizado inúmeras obras de médio e grande porte, não haveria necessidade de contrair empréstimo de R$ 64 milhões, junto a Caixa Federal, como fez a administração este ano a atual administração.

* Acidentes com motos. Moto caída, motociclista deitado no asfalto e equipes do Samu ou Bombeiros prestando socorro. A cena urbana se repete 31 vezes por dia em Minas, conforme a média de internações após acidentes envolvendo veículos de duas rodas nos últimos anos. Homens de 20 a 29 anos são os que mais ficam feridos – muitos em estado grave e, não raro, com sequelas para o resto da vida.

* Nesta terça-feira, às 14h, no plenário do legislativo, acontecerá o pré-lançamento do aplicativo da Escola do Legislativo da Câmara de Poços. A nova ferramenta, totalmente desenvolvida pela Gerência de Tecnologia de Informação, Gerência de Comunicação e Escola do Legislativo, está em fase de testes de usabilidade antes de sua disponibilização ao público em geral.

* No aplicativo, os usuários terão acesso a todo material de educação cidadã da Coleção “Em Miúdos” e a cartilha Cidadania para os Pequenos. Eles poderão, também, fazer inscrição nas capacitações oferecidas pelo Legislativo, assistir a vídeos da Escola e testar conhecimentos através do Quiz da Cidadania.

* A falta de chuva já tem provocado o desabastecimento de água em alguns bairros da cidade. Neste final de semana moradores de pelo menos dois bairros, Jardim Vitória e Morumbi, reclamaram, tendo alguns deles dito que há 4 dias estavam sem água. Conhecedor do problema, o DMAE tem procurado ajudar os moradores enviando caminhões pipas para os bairros, na tentativa de aliviar a falta de água.