Portal de Notícias e Web Rádio 

* Aos poucos a nova diretoria do União Brasil em Poços de Caldas vai colocando novamente ordem no partido. Nos últimos dias, o deputado federal e pré-candidato a prefeito, Ulisses Guimarães, tem se reunido com pré-candidatos a vereança e todos eles saem satisfeitos da conversa com a garantia de que haverá recursos para bancar a campanha.

* Por falar em União Brasil, uma fonte que merece crédito informou ao blog que nos próximos dias o deputado estadual Rodrigo Lopes irá assumir o comando do partido em nível local, oferecendo todo apoio aos colegas de legenda com vistas a eleição municipal deste ano.

* Disputado por quatro pré-candidatos à prefeitura de Belo Horizonte, o governador Romeu Zema (Novo) negocia apoio ao senador Carlos Viana (Podemos) e a retirada do nome que representaria seu partido, a secretária estadual de Planejamento e Gestão, Luísa Barreto. O deputado Mauro Tramonte (Republicanos), pré-candidato a prefeitura de BH é um que disputa o apoio do governador.

* Quem diria, o pré-candidato a prefeito pelo MDB, Ulisses Guimarães, está próximo de conseguir mais uma legenda para formar na sua coligação de apoio. Depois de conquistar o União Brasil, em decisão que veio de cima para baixo, agora Ulisses pode conquistar também o apoio do PT. Isto porque a executiva nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) confirmou nesta segunda-feira, mais 31 pré-candidaturas ou apoios para as eleições municipais.

* Segundo a regra que vem sendo seguida pela direção da legenda, em cidades com mais de 100 mil habitantes, os candidatos do União Brasil e do MDB tem preferência pelo apoio da legenda petista pelo fato de que os dois partidos comandam ministérios do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Resta saber se Ulisses Guimarães também irá se interessar em obter o apoio do PT uma vez que a legenda petista ao invés de agregar, pode tirar votos.

* Realmente dá para chamar de um escândalo a troca feita por um ocupante de cargo de confiança, no Jardim Botânico (diretor do departamento administrativo e financeiro) que deixou o cargo para a esposa devido a necessidade de se desincompatibilizar para sair candidato a vereador. Mais um fato que colabora para a desmoralização desta administração.