Portal de Notícias e Web Rádio 

* E por falar nisso, pegou mal a informação de que Poços de Caldas deixou de receber a primeira parcela do FPM do mês de maio porque não está pagando as dívidas do município em dia. Só para o INSS a prefeitura deve cerca de R$ 120 milhões, dinheiro que anda fazendo falta para o pagamento de uma aposentadoria dígna aos aposentados. Mas como o prefeito Sérgio disse no início do seu governo “essa dívida a gente não paga, só empurra”, ele não está nem aí para os aposentados. Esquece que um dia também será um deles.

* Se alguém me perguntar qual a melhor seguradora para veículos em Poços de Caldas, com certeza vou indicar a Soberana Seguros, representante da Porto Seguro, cuja atenção dada aos clientes é digna de destaque. Maurilio e Carol estão sempre à disposição dos segurados e atendem a todos com muita atenção nas horas de aperto.

* Nos dias 03, 04 e 05 de junho de 2024, no Jardim Botânico de Poços de Caldas, acontece o II Seminário de Meio Ambiente de Poços de Caldas, com o tema “Arborização Urbana e Sustentabilidade”. O evento é uma realização da Escola do Legislativo de Poços de Caldas em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Comissão de Direito Ambiental e da Construção da OAB local e Fundação Jardim Botânico.

* As águas termais de Poços de Caldas e de outras estâncias hidrominerais de Minas Gerais, como de Cambuquira, Caxambu, Lambari, Conceição do Rio Verde, São Lourenço e Caldas estão sendo declaradas patrimônio histórico, cultural e imaterial mineiro. O projeto de autoria da deputada Beatriz Cerqueira foi aprovado ontem, em segundo turno, pela Assembleia Legislativa.

* A vereadora Luzia Martins informou na sessão ordinária da Câmara Municipal, ontem, que o município sofreu um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) para que até julho deste ano regularize as bibliotecas municipais. “É algo gritante, porque não temos profissionais específicos para as bibliotecas”, informou Luzia.