* Quem está sumido e ao que parece desistiu de entrar para a politica foi o coronel Frederico, aquele que perdeu a grande chance de se tornar prefeito de Poços de Caldas disputando a eleição como candidato pelo partido Novo. O coronel da reserva que construiu toda carreira de policial militar em Poços não é visto nem mesmo na pastelaria do Luiz, no mercado municipal, onde marcava ponto todos os finais de semana.

* Sumido também está o ex-vice-prefeito Flávio Faria (Rede), que nesta quinta-feira estará dando o ar da graça na Câmara Municipal, convocado para prestar esclarecimentos na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura o pagamento de férias aos agentes políticos. Quem também estará por lá, com o mesmo objetivo, é o ex-prefeito Paulo Tadeu.

* Já nos cafés do centro, a frequência dos bolsonaristas após as últimas pesquisas diminuiu, dando lugar aos petistas de carteirinhas que andavam sumido do pedaço da gorjeta. Na passeata de sábado contra Bolsonaro, até mesmo o ex-vereador Paulo Tadeu que andava recolhido marcou presença ao lado da esposa. Paulo continua integrando a assessoria parlamentar do deputado Odair Cunha.

* Falando em pesquisa, a última delas, realizada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) em parceria com o Instituto MDA questionou os entrevistados em quem eles votariam caso as eleições presidenciais do ano que vem fosse hoje. As entrevistas foram efetuadas entre 1º e 3 de julho e o resultado está no quadro abaixo:

* A fila andou. Nesta terça-feira a secretara de saúde dá início à vacinação das pessoas com 49 anos, indicando que o pessoal na faixa dos quarenta já pode ir preparando o braço para receber o tão esperado imunizante contra a Covid-19. Se não faltar vacina, é bem provável que até o final do mês a vacinação entre pela faixa daqueles que estão na casa dos trinta. Muito bom.

* O Novo decidiu formalizar o apoio da legenda à abertura de processo de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. Em nota divulgada nesta segunda-feira o partido diz que tomou a decisão “após detalhada análise técnica, consultas a juristas, discussões e ampla reflexão sobre os fatos apresentados e consolidados pela CPI da Pandemia”, e que chegou à conclusão que Bolsonaro cometeu crimes de responsabilidade. A decisão afasta de forma definitiva o governador Romeu Zema de qualquer possibilidade de uma composição com Bolsonaro na eleição de 2022.

* Previsto para ser sancionado pelo prefeito ontem, o projeto de lei que institui o programa Recupera Poços terá que aguardar mais uma semana tendo em vista a apreciação pelos vereadores do projeto que abre créditos especiais para a execução do programa e que será lido na sessão desta terça.

* O deputado federal mineiro Aécio Neves (PSDB) declarou, em entrevista exclusiva ao quadro Café com Política, da rádio Super 91,7, na manhã desta segunda-feira (5), que o Brasil não ‘merece’ a polarização que se forma para as eleições presidenciais em 2022, entre o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-presidente Lula (PT). Aécio defende que seja criada uma terceira via no centro, única, mesmo que não seja encabeçada por seu partido. Nos bastidores da politica mineira corre a informação de que lideranças do PSDB estariam trabalhando para um grande acordo que envolve o lançamento do senador Rodrigo Pacheco para presidente (ele deve deixar o DEM e se filiar ao PSD) e Alexandre Kalil (PSD), para o Governo do Estado.