Carlos Henrique Diniz Cobra, presidente da ACIA, afirmou que a entidade criou um grupo de estudos para os impactos da pandemia no comércio local. “Com este grupo estamos analisando o que aconteceu, o que está acontecendo e o que vai acontecer e procurando soluções para que todos possam minimizar as perdas. Três ocorrências repaginam o planeta, que são: a guerra, a pandemia e revoluções. Estamos vivendo agora, editando uma história, que é a da pandemia”, afirmou.

Pelos dados atualizados, de acordo com ele, são 1.540 empresas fechadas na cidade oficialmente, mas podem ser que haja empresas que ainda não passaram pela Junta Comercial ou Receita Federal e que não estejam nesta contabilidade. O número de desempregados chega a mais de 5.000. “Temos que lembrar que a todo tempo novas empresas estão abrindo, que não são as que fecharam. Assim como contratações são feitas. O nosso Caged ainda é negativo, mas imaginamos que a medida em que for flexibilizando iremos revertendo o quadro”, enfatizou Carlos.