* O Departamento Municipal de Eletricidade está informando que nesta terça-feira, das 8 às 10 horas, fará a interrupção programada de energia elétrica por duas horas no bairro Jardim Kennedy II, exceto na rua Mucovita, quando estará realizando serviços de melhoria na rede elétrica. Informa ainda que o desligamento pode ser suspenso por motivo de força maior, sem aviso prévio.

* O Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais iniciou processo de fiscalização em todos os 853 municípios mineiros auditados pela Coordenadoria de Auditoria dos Municípios, com o intuito de verificar como estão enfrentando os obstáculos impostos pela pandemia na área da Educação Pública, visando garantir ambientes de qualidade durante a situação de calamidade. Para isso, o TCEMG enviou, no final de maio, um questionário a todos os prefeitos e controladores internos para subsidiar as ações de fiscalização. As respostas devem ser enviadas à Corte de Contas mineira em prazo máximo de 15 dias após o recebimento.

* O questionário foi elaborado em oito dimensões, entre elas: práticas pedagógicas durante o período de suspensão de aulas presenciais; planejamento das ações e dos ambientes de aprendizagem; avaliação e comprovação das atividades remotas; formação e atuação dos professores, incluindo previsão de vacinação do grupo; retorno às aulas presenciais, incluindo idas e vindas durante o período de calamidade; merenda escolar e ações de monitoramento da qualidade e do nível de aprendizagem dos estudantes no período.

* Assim como diversas categorias têm pleiteado por meio da Câmara Municipal, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários protocolou no legislativo e será lido na sessão ordinária desta terça-feira, pedido de prioridade na vacinação contra a covid-19.

* Duas moções estão na ordem do dia da sessão de hoje, uma de repúdio, de autoria da vereadora Regina Cioffi, pela forma como foi conduzida o depoimento da médica Nise Yamaguchi durante sua oitiva na Comissão Parlamentar de Inquérito e outra de apelo ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), para que realize manutenção na avenida Presidente Wenceslau Braz, na zona Leste, autoria do vereador Kleber Silva.

 

 

Dos leitores

Lamentável, sob todos os aspectos, a fala do vereador Pastor Roberto dos Santos. Aquela velha política de atribuir culpa a gestores anteriores. Que não se esqueça que o atual alcaide esteve por quatro anos à frente dos destinos do município e nada fez, foi reeleito e, ao que tudo indica, permanece sem nada fazer para as escolas. Pelo menos é isso que podemos deduzir da fala desse Vereador. É o lamento daqueles que não tem argumentos satisfatórios. Pior ainda quando defende aquela mísera cesta básica, taxando-a de mini cesta. Será que ele e sua família sobrevivem com essa mini cesta? Gostaria muito que ele comprovasse e divulgasse o nome daqueles proprietários de carrões que vão em busca da mini cesta. Tenho três netos em escola pública, e para nenhum deles é retirada mini cesta. Acredito que isso ocorra com muitos.

Lado outro, mesmo aos sábados e domingos, quando não há divulgação de casos novos de COVID-19, é divulgado Boletim, que só aponta óbitos ocorridos e ocupação de UTI. ontem, dia 06.06.2021 não foi diferente.

Pelos lados da Prefeitura, ninguém fala nada, mas a verdade é que o sistema em nossa cidade já colapsou. Há dezesseis dias os boletins mostram a ocupação de UTI em 100% da capacidade. Mas, mesmo sem grande destaque, apontam o número de pessoas internadas em UTI, em vagas não específicas para COVID. No dia 05 de junho eram 7 internados em UTI nessa condição. No dia 06 de junho são 12 internados em UTI em leitos não exclusivos. Portanto, quando informam que são 73 pacientes internados, a estes deve-se somar mais 12. Logo, são 85 internações em UTI, e se considerarmos as vagas exclusivas esse número significa 116,44% a taxa de ocupação.

Daí, podemos notar que a situação atual em nossa cidade é gravíssima. (João Luiz Azevedo – advogado).