* A nota de repúdio em protesto distribuída ontem, e que será lida na sessão ordinária da Câmara esta tarde, em protesto pelo fato de Poços de Caldas não ter feito adesão ao consórcio organizado pela Confederação Nacional de Prefeitos (CNP), para a compra de vacinas é mais um desgaste que sofre o governo municipal. O interessante da nota e que chama a atenção é o fato de que ela foi assinada por treze partidos. São eles: Cidadania, Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Partido Democrático Trabalhista (PDT), Partido dos Trabalhadores (PT), Partido Republicano da Ordem Social (PROS), Partido Socialismos e Liberdade (PSOL), Partido Socialista Brasileiro (PSB), Partido Social Democrático (PSD), Partido Verde (PV), Rede Sustentabilidade, Republicanos, Solidariedade e MDB.

* Em menos de três meses deste segundo mandato, o prefeito Sérgio já foi alvo de três moções de repúdio. A primeira delas sobre o pagamento de R$ 91 mil que o prefeito recebeu por férias indenizadas, a segunda assinada pela ABRE em protesto contra a redução no horário de funcionamento do comércio e ontem uma nota de repúdio dos partidos politicos pelo fato de a cidade ter ficado fora do consórcio para compra de vacinas. Além do pedido da instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para apurar pagamento de férias aos agentes politicos.

* Os petistas vibraram com a notícia de que Lula voltou a ser elegível e pode disputar a presidência em 2022. Até o sumido Nizar El Khatib, que recebeu R$ 76.927,60 como indenização de férias não cumpridas deu o ar da graça vestindo uma camiseta com a estampa do ex-presidente.

* E como o assunto é férias indenizadas, na sessão de hoje será lido o requerimento com seis assinaturas solicitando ao presidente da Câmara a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar possíveis ilegalidades no pagamento de indenizações por férias vencidas a ocupantes de cargos no poder executivo.

* O diário oficial do município publicou na sua edição de ontem, 178 páginas com notificações aos proprietários de veículos automotores que foram autuados no trânsito da cidade por agentes ou por vigilância eletrônica, cometendo infrações. São 40 páginas com 1.424 autuações referentes ao mês de fevereiro e outras 138 páginas, com 5.905 notificações referentes ao segundo semestre de 2020.