* A 22ª remessa de vacinas contra a covid-19 chegou a Minas Gerais. O lote contendo 588.500 doses da AstraZeneca desembarcou, quarta-feira, no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte Ainda como parte do 22º lote, mais 62.010 doses do laboratório Pfizer desembarcaram, no dia seguinte no mesmo aeroporto. Segundo notícia publicada no portal do governo do Estado, as 588.500 doses da AstraZeneca serão destinadas à continuidade da imunização dos grupos prioritários, como pessoas com comorbidades e deficiência permanente, e ao início da vacinação de trabalhadores da Educação do ensino básico. As vacinas já estão nas unidades regionais de saúde, no caso de Poços, na regional de Pouso Alegre.

* Comerciantes da área central, principalmente os estabelecidos na Rua Junqueiras entraram em contato com o blog e estão solicitando providências contra um casal, vindo de outras cidades que estão perturbando o sossego alheio. A dupla de mendigos, também conhecida por moradores em situação de rua, vem infernizando a vida daqueles que trabalham nesses estabelecimentos onde a dupla muitas vezes invade e desrespeita as funcionárias, como aconteceu neste domingo na Casa do Açaí, quando no interior do estabelecimento desacataram clientes e as funcionárias e ainda jogaram no chão produtos que estavam na prateleira.

* O casal dorme a noite na chamada fonte do leãozinho, defronte as Thermas e durante o dia permanece perambulando pelas ruas, incomodando terceiros. No dia 17 de maio ameaçaram uma pessoa com uma faca, segundo narrativa dos agentes da promoção social. Não aceitam ajuda e dizem que preferem viver nas ruas do que no abrigo oferecido pela assistência social.

* Trata-se de um caso em que a polícia precisa agir porque estão incomodando o direito de ir e vir de terceiros e até mesmo o de trabalhar. O certo seria a guarda municipal efetuar a detenção da dupla na próxima ocorrência e a polícia processá-los por vadiagem, perturbação do sossego alheio e até mesmo ameaça de agressão com arma branca. É isso.