* Como na eleição passada houve uma tentativa de aproximação entre Mauro Tramonte e Carlos Mosconi que foi candidato a deputado federal e perdeu a eleição, pode até sair dessa conversa uma dupla para a eleição de 2022, Celso Donato como candidato a deputado federal, dobrando em Poços e em outras cidades com o deputado Mauro Tramonte que foi eleito com meio milhão de votos. Em política tudo é possível.

* Com o histórico de campeão de votos na Assembleia Legislativa, Mauro Tramonte já está sendo requisitado para conversas também com pré-candidatos ao governo do Estado. Nos próximos dias ele se reúne com o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kali, para uma conversa com foco na eleição de 2022. Kalil é pré-candidato a governador e a reunião com o deputado está sendo agendada a seu pedido.

* Se por aqui a Câmara Municipal instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para apurar pagamentos de férias, na vizinha São João da Boa Vista, o legislativo municipal neste primeiro semestre da nova legislatura já instalou cinco comissões de inquérito, todas elas contra a administração da prefeita Teresinha que vive um verdadeiro inferno astral neste início de governo.

* André Vilas Boas está mesmo disposto a se candidatar a deputado pelo partido Novo, com apoio do governador Romeu Zema. Já se inscreveu no processo seletivo que é feito pela legenda para escolha dos candidatos e pelo seu histórico tem tudo para ser um dos escolhidos para disputar vaga na Assembleia Legislativa. Ou até mesmo, na Câmara Federal.

* A visita do deputado Mauro Tramonte ao presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Gilson Lemes, onde solicitou a criação de mais um cartório de registro de imóveis em Poços de Caldas e uma nova Vara da Infância e da Juventude foi bem recebida pelo presidente do TJMG indicando que as duas solicitações devem sim, serem atendidas pela autoridade do Judiciário.

* Dará entrada na sessão ordinária da Câmara Municipal desta terça-feira, projeto de lei de autoria dos vereadores DineyLenon, Luzia Martins, Tiago Braz e Lucas Arruda, obrigando consulta prévia à comunidade escolar pelo município de Poços para fins de absorção dos anos iniciais e finais do ensino fundamental das escolas públicas estaduais.