* Quem ouviu a entrevista do prefeito de Alfenas Luiz Antonio Silva (Luizinho), ontem no programa Boca Boa, deve ter ficado com uma ponta de inveja ao tomar conhecimento do que vem sendo realizado pela administração do petista na vizinha cidade, principalmente dos seus projetos para o futuro.

* Rafael informou ainda que nos próximos dias será agendada uma coletiva para esclarecer a situação, talvez na sexta ou no máximo até terça-feira. Ele não disse, mas segundo consta, existe um protocolo de intenções já redigido para uma fusão da ADEFIP com a AACD, que neste caso ficaria com a orientação técnica. O assessor não quis adiantar detalhes do assunto, mas informou que os pacientes da AACD podem ficar tranquilos porque não serão prejudicados caso ocorra alguma alteração na unidade de Poços.

* O presidente do Senado Federal Rodrigo Pacheco (DEM/MG) foi entrevistado nesta segunda-feira no programa Alerta Super da rádio Super 91,7 FM. Ao traçar um panorama da política durante a pandemia, o parlamentar disse que não admite, “nem minimamente, a hipótese de candidatura em 2022”. Mas disse também que não se deve antecipar a discussão sobre as eleições do próximo ano, quando estamos vivendo uma grave crise na saúde e ele como presidente do Senado precisa estar focado em assuntos do momento. Ou seja, não disse que sim, mas também não disse não.

* O único vereador a usar a tribuna da Câmara na noite de ontem foi o vereador DineyLenon, para dizer que o presidente Jair Bolsonaro é o “mensageiro da morte”, por defender o uso da hidroxicloroquina, por fazer piadas com as mortes por Covid-19, por não ter agido quando devia em busca de vacinas. Nos seus argumentos separou várias falas atribuídas ao presidente e divulgadas na mídia nacional.

* O comando do executivo municipal e a direção da empresa Circullare devem anunciar ainda hoje um acordo a ser firmado entre o município e a concessionária para que ela continua operando normalmente o serviço nos 120 dias, contados a partir de sábado, que antecedem a transferência do serviço para a nova concessionária. Uma solução que já era esperada.

* Na reunião de ontem, representantes da Fundação Jardim Botânico informaram aos vereadores que existe a possibilidade de serem produzidas no local plantas medicinais para serem distribuídas para a população. Claro que não será produzida a famosa e conhecida cannabis sativa, uma planta herbácea da família das canabiáceas amplamente cultivada em muitas partes do mundo e que vem sendo utilizada com fins medicinais.

* E por falar na planta, em uma reunião da Câmara dos Deputados na manhã desta terça-feira para debater sobre comercialização de medicamentos com Cannabis, o vice-líder da Oposição e presidente da comissão, Paulo Teixeira (PT-SP), foi agredido pelo deputado Diego Garcia (Podemos-PR), ao não concordar com uma decisão de Teixeira. Garcia partiu em direção ao presidente, puxou o computador do deputado e o empurrou.