* Tem início na próxima semana a CPI que vai investigar a conduta do governo na pandemia do coronavirus. Por aqui começa também prá valer a CPI para investigar o pagamento de indenizações por férias vencidas aos agentes públicos. Como se sabe, numa CPI a gente sabe como começa, mas nunca como termina. Normalmente a intenção é procurar pelo em ovo, e na maioria das vezes, encontram muito mais que isso. Um integrante da CPI sulfurosa diz que já tem indícios para complicar a vida do alcaide e do seu vice na gestão anterior.

* Desde o início da pandemia, Sérgio Azevedo não toma nenhuma medida sem antes analisar os dados de pesquisas que são feitas às vésperas das decisões. Procura seguir sempre a opinião da maioria para traçar os rumos que o governo deve tomar nas restrições contra a Covid-19. Não foi diferente desta vez, quando o município passou da onda roxa para a vermelha.

* Difícil de entender. A prefeitura vacinou os agentes e coveiros quem trabalham no cemitério da Saudade e na Funerária Municipal. No entanto, está se negando a proceder da mesma forma com as quatro atendentes que trabalham na funerária e mantém contato direto com os familiares dos falecidos, vítimas do coronavirus.

* Quando voltar com as aulas presenciais? Eis a questão. A pedido do jornal O Tempo, pesquisadores e professores dos departamentos de Sociologia e Estatística da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) fizeram uma simulação dos impactos da volta às aulas na propagação do Sars-Cov-2.  Os resultados mostram que num grupo de crianças e adolescentes com idade entre 6 e 14 anos um só aluno infectado numa sala com outros 20 tem potencial para contaminar outros 60 do círculo familiar dos estudantes em apenas 15 dias. Isso com todos eles usando máscara no colégio. Sem o equipamento de proteção, seriam 90 os infectados em apenas dez dias.

* O presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador Gilson Soares Lemes, determinou a abertura de todos os fóruns do estado nesta segunda-feira (19/04) com atividades presenciais. A nova portaria prevê que casos que não podem ser resolvidos por meio eletrônico sejam atendidos pessoalmente, com protocolos sanitários.

 

O Blog do Polli é publicado também nos jornais Folha Popular, Jornal da Cidade e Tribuna da Zona Leste.