Portal de Notícias e Web Rádio 

* Sinceramente, não dá para engolir certas propostas que estão inseridas no chamado Plano Municipal do Turismo, pelo qual a secretaria cerca de R$ 100 mil, sem desconfiar que estão ali com a clara intenção de favorecer interessados em faturar em cima dos cofres públicos municipais.

* A proposta de terceirizar eventos como a decoração de Natal ou Carnaval e outros eventos organizados pela secretaria há muitos anos é inaceitável, e pior ainda está na justificativa de que a terceirização tem como objetivo “aliviar o trabalho do corpo técnico da secretaria”. Como assim? Sobrecarregado com o que, se a própria Divisão de Cultura, antes subordinada a secretaria de turismo foi desmembrada e hoje é uma secretaria à parte?

* Se a secretaria de turismo está terceirizando os pontos de passeio e o teleférico, se não deseja se responsabilizar pela organização de eventos, qual a razão de continuar existindo? Quem conhece o passado do turismo em Poços vai se lembrar de que tudo o que existe até hoje, incluindo pontos de passeio, teleférico, feira de artesanato e o próprio carnaval, foram criados na gestão do antigo Conselho de Turismo, do qual participavam Ronaldo e Wagner Durante, Rafael Acconcia, Ary Bressane, Vinicius Vivas e outros, que infelizmente já não estão mais entre nós e que fizeram tudo isso sem sequer serem remunerados pelo trabalho. Será esta a “grande revolução” prometida pelo prefeito Sérgio Azevedo no turismo?

* Enquanto por aqui nosso turismo anda em marcha-à-ré, na vizinha Pouso Alegre a prefeitura e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) estão oferecendo vagas para cursos profissionalizantes gratuitos nas áreas de turismo e logística. As vagas são para atender as novas demandas das campanhas turísticas do município. São 135 vagas para os cursos de agente de informações turística, assistente administrativo, assistente de logística e recepcionistas em meios de hospedagem. Pessoas acima de 14 anos podem se inscrever.

* Finalmente uma notícia positiva para afastar a má fase da administração. A conquista de um prêmio no Congresso Mineiro de Municípios, como exemplo na área de gestão de economia pública municipal, por meio do programa Recupera Poços, um trabalho da Secretaria de Desenvolviomento e Trabalho, que tem à frente Thiago Mariano com a colaboração do secretário Paulo Ney e também do ex-secretário de governo celso Donato, além do setor de promoção social.

* Os servidores municipais já comemoram no pagamento depositado ontem, parte do reajuste nos salários e também no vale alimentação e ainda tem um novo motivo para festejar. O diário oficial publicou ontem, o Decreto 12.998, que considera ponto facultativo nos órgãos da administração direta e indireta o próximo dia 17 de junho, sexta-feira, dia seguinte ao feriado de Corpus Christi.