Portal de Notícias e Web Rádio 

* A direção do DMAE demitiu, por justa causa, a servidora do setor administrativo da autarquia municipal, responsável pelo abastecimento de água e coleta de esgoto, acusada de ser autora de um desvio de mais de R$ 800 mil dos cofres da autarquia que foram parar na sua conta bancária. O ato foi publicado no diário oficial de ontem, mas falta informar ainda o montante correto do desfalque, como a autarquia pretende ser ressarcida do prejuízo, se a servidora agiu sozinha no crime e principalmente, qual foi o modis operandi utilizado por ela, sem despertar a atenção dos responsáveis pelas finanças e tampouco do banco onde ela depositou a grana.

* A esse respeito, o diretor do DMAE, Paulo Cesar Silva, afirmou que o processo administrativo foi concluído dias atrás e em breve será dado o despacho sobre a decisão a ser tomada. De qualquer forma, o DMAE vai atrás do recurso desviado para que volte aos seus cofres. O valor real ainda não foi divulgado. Sobre a hipótese de a ex-servidora não ter agido sozinha, o diretor afirmou que a investigação policial é que vai apontar se isso ocorreu ou não.

* O zum-zum-zum ontem, no pedaõ da gorjeta, sobre o pedido de demissão e em seguida a volta atrás do secretário de saúde estária ligado a necessidade de mudanças na área administrativa da pasta com o afastamento de pessoas envolvidas nas denúncias que provocaram a criação da CPI. Por essa razão Mosconi a partir de amanhã estará afastado do cargo para um período de férias com prazo de 30 dias, tempo suficiente para que a adjunta Rosilene Faria, que irá substituí-lo proceda a “limpeza”, evitando com isso desgaste para o secretário.

* Nas suas andanças de pré-campanha, neste final de semana, Celso Donato, em companhia do prefeito Sérgio Azevedo, esteve na vizinha cidade de Cabo Verde para uma reunião com o prefeito daquela cidade, o Claudinho, do MDB. A reunião contou também com as presenças do vice Marcelo e dos secretários nas áreas de saúde e obras do município. Celso considerou a reunião bastante produtiva, com boa possibilidade de receber deles o apoio para a sua pré-candidatura a deputado federal. Caso não seja do prefeito, será de um grupo de trabalho da cidade, ligado ao deputado estadual Antonio Carlos Arantes, amigo de Celso Donato desde os tempos em que trabalhava na Assembleia Legislativa.

* Usuários do SUS estão reclamando da desorganização para fazer testes de Covid-19 disponibilizados pela secretaria de saúde no laboratório da Policlínica, onde além de uma enorme fila, as pessoas com sintomas só podem fazer um teste por mês porque a rede pública não disponibiliza mais que um a cada trinta dias. Em sendo assim, caso uma pessoa apresente sintomas e teste negativo e esses sintomas se agravem, terá que pagar para fazer outro teste nas farmácias ou laboratórios.

* Uma vez que o episódio envolvendo os dois dirigentes da secretaria de saúde foi contornado, seria bom também que o vereador Flavinho acordasse para a importância do seu cargo de líder da bancada da situação na Câmara. Sua atuação tem deixado a desejar e foi por absoluta falta de atenção e diálogo que a CPI da saúde foi instalada, com votos inclusive dos vereadores da bancada liderada por ele.