Não é mais a mesma…

Embora a administração municipal insista no slogan “Poços Voltando a ser Poços”, quem acompanha as notícias diárias sabe que a cidade já não é mais a mesma de antes quando além de uma qualidade de vida melhor, a cidade oferecia bons empregos e tranquilidade para os seus moradores que podiam sair pelas ruas, praças e jardins a qualquer hora do dia ou da noite sem correr risco de violência.

Na semana que passou o noticiário policial deu destaque a mais um crime violento, com o assassinato de uma jovem que teve a ousadia de se meter com o pessoal do PCC, uma organização criminosa que antes a gente só conhecia por ouvir falar.

As notícias sobre violência são diárias, não só de crimes violentos como de assaltos à mão armada, roubos e furtos em residências e apreensão cada vez maior de drogas, num enxuga gelo da polícia que parece não ter fim.

Ao mesmo tempo a cidade vive uma crise pela falta de empregos, cuja gravidade pode ser avaliada pelos comentários de uma postagem no facebook, onde um cidadão, residente em outra cidade demonstra interesse em transferir residência para Poços de Caldas e pergunta se por aqui a crise do desemprego é menor.

Dezenas de comentários procuram fazer o interessado mudar de ideia, todos eles com críticas a cidade que hoje além de não oferecer emprego, ainda vive um clima de insegurança e desleixo por parte do governo municipal.

Essa, com certeza, não é a Poços de Caldas que conhecemos e que desfrutamos até algumas décadas atrás.

 

O DEM se fortalece no governo Zema

O ex-prefeito de Juiz de Fora, Custódio de Matos, do PSDB, já não é mais o homem forte do governo Romeu Zema. Ele foi exonerado ontem da Secretaria de Governo devendo ser substituído pelo deputado Bilac Pinto, do DEM. A exoneração, segundo consta, se deu pelo fato de que Custódio não estava sendo bem aceito pelos deputados do Novo e enfrentava dificuldades no relacionamento com deputados estaduais.

A nomeação do deputado Bilac Pinto fortalece os Democratas no governo do Estado e aproxima mais Poços de Caldas do governo uma vez que “Bilaquinho”, como é chamado possui laços familiares em Poços de Caldas e tem sua base eleitoral na região.

 

 

Fechar Menu